Bits, Bytes, You & Art > > > your space in the Web!!!  www.verinha.de

 

Vera, você vive falando em “fazer download” de um programa. Mas, afinal, o que significa isto? 

Na Internet é muito comum fazermos “download” de um programa, ou seja, “baixarmos” um software para nosso micro, usando a rede. Temos vários programas disponíveis para download na Net, ou seja, que podemos “trazer para dentro de nosso micro” a partir de um computador remoto. Na verdade não é apenas de programas (arquivos executáveis, terminação *.exe) que podemos fazer download. Podemos fazer download de fotos, textos, sons, do que quisermos e estiver acessível. Na verdade, cada vez que acessamos uma página da Web, estamos fazendo “download” da mesma, ou seja, ela está sendo carregada para nosso micro de um computador remoto.

Existem programas disponíveis na Web chamados de freeware (pelo qual não precisamos pagar nada), outros chamados de shareware (também não pagamos nada, mas de duas uma: ou o programa é limitado – funciona “parcialmente” ou expira após um determinado período) que destinam-se a servir como demonstração para que você posteriormente o adquira pagando alguns dólares. Os “expiráveis” também são chamados de “trial” e os limitados de “demo”.

O processo inverso do download é o upload, isto é, quando você envia arquivos de seu micro  para um computador remoto. Quando estou publicando minhas páginas na Net, na realidade estou enviando arquivos de minha máquina para um servidor remoto. Do meu ponto de vista, estou fazendo um “upload”. Por isto que vocês podem acessar o meu site a hora que quiserem, ele sempre estará lá... Ou pensam que fico com meu micro ligado 24 horas por dia? Na verdade quando se cria um site, temos que enviar todas as páginas e atualizações para um computador hospedeiro que fica disponível o tempo todo!

Em “links da hora” eu indico vários sites onde você pode fazer download de softwares  interessantes. Um exemplo é o ICQ (acrônimo para I Seek You – Eu procuro você). Este é um programa gratuito, e você pode fazer o download no Site da Mirabilis.

Bem, toda vez que você clica no link para download, ser-lhe-á feita uma pergunta (pelo Windows):  “executar este programa a partir do local atual” ou “deseja salvar este arquivo em disco?” (normalmente esta última opção está marcada). O procedimento correto é escolher esta alternativa – salvar em disco. A seguir, aparecerá uma caixa de diálogo perguntando-lhe em que local deseja salvar o arquivo e com que nome (e também “salvar como tipo”). O nome é aconselhável que você deixe como está (ou, se mudar o nome, não mude a extensão, pois isto provavelmente fará com que o arquivo não funcione!). Quanto ao local, é importante que você se lembre mais tarde ONDE mandou salvar o seu arquivo, OK?

Normalmente, já existe um local pré-definido na caixa de diálogo. Se você quiser que seu arquivo seja salvo lá, não mude. Se quiser salvar em outro local, especifique outra pasta (aqui são necessários conhecimentos de Windows Básico - gerenciamento de pastas e arquivos). É importante, caso você não saiba ou não queira alterar o local, anotar num papel (ou na cabeça, se confiar em sua memória...) ONDE mandou salvar este arquivo. Após ter especificado (ou aceito o local pré-definido), clique em OK. Depois de um certo tempo (te aconselho a ir tomar um lanche, ver televisão...), que vai depender do tamanho do arquivo, da capacidade de seu modem e da qualidade de sua linha telefônica, o processo será finalizado. Por vezes ocorre da linha cair durante a transferência, e isto é bastante irritante, por isto os usuários mais avançados costumam usar outros programas para download, que não fazem parte do pacote Windows, como o GetRight, por exemplo. Estes programas permitem reiniciar uma transferência a partir do ponto em que ela foi interrompida. Mas não falaremos disto por hoje. 

Bem, o próximo passo será instalar o programa – caso você tenha efetuado download do mesmo. Para tanto, localize o arquivo executável na pasta onde você mandou salvá-lo e clique sobre este. Os demais procedimentos correspondem à instalação de qualquer programa – veja a pergunta referente a instalação de programas.

 

Como eu faço para instalar um programa?  

Caso você tenha adquirido este programa na Internet, via download, localize a pasta onde o arquivo executável encontra-se e clique sobre o mesmo. O processo de instalação será iniciado.

Caso você deseje instalar um software a partir de um disquete ou CD, existem 2 maneiras diferentes de começar a instalar. Uma é através do Windows Explorer ou Meu Computador – localizando o arquivo executável relativo à instalação – geralmente setup.exe, instalar.exe, install.exe, config.exe, etc..., no respectivo drive, e clicando sobre o mesmo. Mas vou me ater à segunda alternativa, mais fácil.

Acesse o menu Iniciar ® Configurações ® Painel de Controle. Dentro da janela que aparece, clique sobre o ícone “Adicionar e Remover Programas”.

A janela será aberta na guia Instalar/Desisntalar. Clique no botão Instalar. O Windows irá procurar em que drive encontra-se o CD ou disquete de instalação e o arquivo executável. Caso não o encontre (o que é pouco provável), aparecerá uma janela para que você procure manualmente o arquivo de instalação (com terminação EXE) para que a mesma tenha início. Caso isto seja preciso, será necessário que você possua mínimos conhecimentos sobre manuseio de pastas e arquivos.

Mas vamos partir do princípio de que o Windows encontrou o seu arquivo – o restante da instalação é bastante intuitivo, bastando normalmente clicar em next, próximo, adiante, continuar, coisas do gênero. No entanto, de vez em quando é preciso dar uma pensada, OK?

No caso de um download, você vai seguir os mesmos passos acima descritos para a instalação. Só que ao invés de inserir um CD ou disquete, o seu arquivo executável estará naquela pasta que lhe foi mostrada quando você mandou fazer o download (vide pergunta referente a download). Da mesma forma, o processo de instalação básico é bem parecido a maior parte das vezes. 

No caso específico do ICQ, existe um momento em que você deverá estar conectado à Internet, pois existem passos da instalação que dependem de um número que lhe será fornecido por um servidor remoto (o número UIN – Universal Internet Number, que lhe será fornecido quando da instalação do ICQ). Portanto, o processo é um cadinho mais complicado para os iniciantes. Talvez eu faça um tutorial a respeito... Cobrem-me! Mas se você estiver disposto a tentar, saiba que vai ser preciso escolher uma senha e um nick (apelido, em inglês). Anote o nick, número UIN e senha em algum lugar (prioritariamente esta última), tendo de preferência um papel à mão (aquele antigo, de celulose, que os cupins adoram!).

 

E como desistalar um programa? Como não devo fazer para desinstalá-lo?  

O QUE VOCÊ NÃO DEVE FAZER:  

Pessoal, o que gente aparentemente tarimbada faz de burrice quando se trata de desinstalar um programa não está escrito! Talvez por se lembrarem dos velhos tempos do DOS ou do Windows 3.1, quando tudo era menos complexo, os “experts” costumam muitas vezes desinstalar um programa simplesmente deletando a pasta na qual estão contidos os seus arquivos! E o que isto costuma dar de problemas... Já tive que socorrer vários amigos e reinstalar o próprio Windows por causa desta pequena leviandade... E não pensem que são pessoas cruas em informática não. Alguns são até estudantes de computação!

Ocorre que quando você simplesmente deleta a pasta referente ao programa (geralmente com o seu nome), por vezes o Windows trava na inicialização – no processo chamado Post (Power On Self Test) – aquele carregamento dos arquivos que “trazem” o sistema operacional para sua máquina. Com freqüência aparece uma tela preta dizendo que falta o arquivo *.vxd. Isto aconteceu com um amigo. Ele precisava teclar "enter" em todas as telas até que o Windows conseguisse finalmente entrar - aos trancos e barrancos! Por vezes o Windows não entra de jeito nenhum. PORTANTO, EM HIPÓTESE ALGUMA DESISTALEM UM PROGRAMA DELETANDO A PASTA QUE CONTÉM OS SEUS ARQUIVOS!

E se você, por azar, acabou de fazer a besteira, mas a pasta ainda está na Lixeira, vá lá, cate de volta e tudo vai funcionar direitinho! Mas caso a tenha esvaziado... pode chorar!

CUIDADO COM O USO INADVERTIDO DOS ATALHOS PARA UNINSTALL QUE APARECEM NO MENU INICIAR. Se por engano você clicou lá (e provavelmente, sem perceber, confirmou), então deixe a desinstalação ser completada. Se tentar cancelar ou desligar o computador vai ser pior. Isto aconteceu recentemente com um amigo, e vou ter que tentar reinstalar o programa.

Melhor explicando: estes atalhos para desinstalar um programa são válidos e muito úteis quando você realmente deseja desinstalá-los. Mas se o que você queria era simplesmente  acessar o programa e clicou lá por engano... Este é o problema que estou relatando! Se o processo começou, mesmo contra a sua vontade, não o interrompa – poderá complicar depois o processo de reinstalação.

 

A MANEIRA CORRETA DE DESISTALAR UM PROGRAMA

Acesse o menu Iniciar ® Configurações ® Painel de Controle. Dentro da janela que aparece, clique sobre o ícone “Adicionar e Remover Programas”.

A janela será aberta na guia Instalar/Desisntalar. Será exibida uma lista dos programas instalados pelo Windows – desde que programas elaborados para Windows 95/98. Clique no programa que deseja desinstalar, selecionando-o. Aparecerá a opção “Adicionar ou Remover”. Vá seguindo os passos, confirmando que deseja realmente remover, e assim por diante, de uma maneira semelhante à da instalação de programas – mas bem mais rápida.

Outra forma é a mencionada acima, clicando nas opções de UNINSTALL que por vezes aparecem no Menu Iniciar, na mesma pasta que possui o atalho para executar o programa. Se a sua intenção é desinstalar, esta é uma opção igualmente válida.

 

Back

 

Bits, Bytes, You & Art > > > your space in the Web!!!  www.verinha.de